Skip to content

Saint Germain: Por que meus sentimentos mudam tanto?

May 26, 2011
Mensagem de Saint-Germain
canalizada por Alexandra Mahlimay e Dan Bennack,
Querido Saint-Germain, os meus humores e os meus pensamentos estão a flutuar o tempo todo. Podem estar a aumentar de excitação num momento e “na fossa” no momento seguinte. Sou uma mãe solteira e esta situação está a afectar a minha auto-estima, as minhas escolhas, o meu filho e a minha felicidade em geral. Estou também a ter dificuldades em manter as rotinas práticas da casa por muito tempo. Podeis ajudar-me?
Minha amiga, sois um ser sensitivo. E, por causa disto, sois muito permeável aos pensamentos, humores e emoções dos outros. Esta é uma forte assinatura no seu campo energético. Agora, o que significa isto para si? Em geral, isto significa que o mau-humor que a está a afetar por vezes tem origem dentro de si mas, mais frequentemente não o tem, é induzido pelos outros à sua volta.

Aqui está um exemplo de como isto funciona: porque sois receptiva às energias dos outros, estar rodeada de demasiadas pessoas, durante muito tempo, provavelmente vai ser cansativo para si. As suas emoções serão também afectadas. Podeis de súbito sentir-vos zangada ou deprimida, não porque estes são os seus sentimentos legítimos, mas porque alguém à sua volta se está a sentir desta forma.

Veja também no site Mestres Ascensos: Atitudes que Drenam nossas Energias
Isto soa-lhe familiar? Se soa, então provavelmente ser-lhe-ia benéfico estabelecer fronteiras pessoais e rotinas que a ajudariam a manter a sua integridade energética enquanto indivíduo. Ao fazê-lo, pode eliminar muita da confusão e do mau-humor da sua vida.

A sua alma está a encorajá-la a estabelecer limites e rotinas que a vão ajudar a salvaguardar a sua individualidade. Pode chamar a isto um tipo de auto-defesa energética.
Limites e Integridade Pessoal
Obviamente, nada em si precisa, no fim de contas, de ser defendido. Você é uma Filha de Deus, e também Deus. Esta Verdade garante-lhe a sua protecção e segurança para toda a eternidade. Mas, no reino da Terra, as pessoas têm diversos graus de consciência deste facto. Isto significa que às vezes os outros podem impor as suas vontades, emoções, e pensamentos para cima de si a fim de se sentirem seguros no mundo, em vez de ameaçados. Eles vão fazer isto porque se esqueceram da Verdade da sua Divindade.
Se sois uma pessoa sensitiva, é bastante provável que a sua consciência espiritual esteja bem desenvolvida. Como consequência, você tenderá a permanecer energeticamente aberta e confiante com os outros. Mas se o estais a fazer indiscriminadamente, podeis descobrir que os indivíduos com menor consciência do que a sua começam a invadir o seu campo energético com os seus pensamentos, emoções e medos. A menos que você saiba que isto está a acontecer, vai tender a identificar os fortes sentimentos delas como seus. Não vai saber onde “acaba” você, e “começam” os outros.
Então, apenas para reiterar… O seu humor flutuante e pensamentos atribulados são muitas vezes devidos à sua sensibilidade. Você é “espiritualmente aberta”, o que quer dizer que manter os limites energéticos da pessoalidade pode não ser fácil para si.
Sobre o Propósito da Sua Alma
Neste momento, a sua Alma está a incentivá-la a estabelecer e reforçar os limites pessoais nas suas relações. Isto pode ser com os seus filhos, os seus pais, amigos e mesmo com os seus colegas de trabalho.
Mas, para o fazer, pode ter que dar efectivamente um passo no seu papel como mãe. Aqui é onde as oscilações da confusão e do humor podem ser maiores. Isto pode parecer difícil ao princípio, mas não se sinta desencorajada. Vai melhorar.
Existem outros benefícios, também. À medida que aprende a comunicar os seus limites aos seus filhos e a estabelecer rotinas práticas que fazem a sua vida de mãe sozinha mais fácil, vai descobrir que algo de mágico acontece. Algo de inesperado, mas bem-vindo para si.
Vai descobrir que pode distinguir os seus próprios pensamentos e emoções dos sentimentos perturbados dos outros à sua volta, e vai filtrar tudo o que não lhe pertença. Isto vai melhorar imensamente a sua vida. Vai ajudá-la a sentir-se mais segura a educar os seus filhos e a estar mais plenamente presente nas suas outras relações, também. Vai ajudá-la a reconhecer o que é seu e o que não é; e aumentar a sua felicidade geral no mundo, como tem desejado.
Vai também descobrir-se a ter um papel mais forte no lar, como mãe e como comunicadora. Vai ver que pode falar com os seus filhos como a mãe amorosa que é, mas de uma posição clara de autoridade. Irá comunicar com amor e amabilidade com eles, mas de um quadro limitado que lhe permite ser uma mãe eficiente, também.
Isto é o que é orientada, para fazer. Sei que se sente provavelmente sobrecarregada pelas responsabilidades da monoparentalidade neste momento, e que pode sentir-se obrigada a fazê-las, de algum modo, de maneira perfeita. Mas pode começar a descontrair acerca disto. Embora se possa sentir descentrada por vezes, pode corrigi-lo… e vai fazê-lo. Há coisas práticas que pode fazer para remediar isto agora.
Deixar que as Rotinas a Ajudem
Disse que é difícil para si manter as rotinas práticas em ordem durante muito tempo em casa. Sim, as rotinas e limites podem funcionar juntos efectivamente. Porquê? Porque as suas rotinas a ajudam a definir quem é, mostrando-lhe a si mesma e aos outros exactamente o que é importante para si numa base regular.
Quando as pessoas próximas de si, tais como os seus filhos, são capazes de observar as suas rotinas diárias, elas estão a testemunhar os limites que você estabeleceu acerca das prioridades na sua vida. Ao tornar certas rotinas importantes, está a enviar-lhes uma mensagem de que estes são reflexos acurados de quem é, do que faz e do que valoriza. Por outras palavras, está a definir limites através das suas acções, não apenas do que fala sobre elas. As pessoas com frequência respeitam as acções, mais do que as palavras.
Assim, lembre-se, por favor, de que os seus limites e rotinas podem ligar-se mutuamente muito bem, em especial se for uma pessoa sensitiva. Eles dão-lhe as ferramentas que precisa para permanecer aberta e amorosa, sem ser pisada por aqueles que esqueceram como fazer isto por eles mesmos; ou, no caso dos seus filhos, pelos que são demasiado jovens para o compreender, ainda.
Obrigada pela sua pergunta, querida
EU SOU Saint-Germain
—————————————————
Alexandra Mahlimay e Dan Bennack
http://www.joyandclarity.com
Tradução: Ana Belo – anatbelo@hotmail.com
Anjo de Luz
2 Comments leave one →
  1. May 26, 2011 12:06 pm

    Muito obrigado Divino MestrePessoas sensiveis hoje em dia sao irradiadas por muitas energias , muitas delas desarmonicas, intao é preciso centrar-se no Cristo Pessoal e iluminar o mundo com boas energias como de esperança , respeito, harmonia, etcPara mim essa mensagem foi de grande ajuda!

  2. May 27, 2011 10:19 pm

    Isto acontece comigo também,seria eu um ser sensitivo?sinto que quando estou próximo de pessoas mais equilibradas esperitualmente fico feliz e quando estou próximo de pessoas desequilibradas sinto as vezes raiva e até ódio,mas saindo de perto eu já volto ao normal.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: