Skip to content

Os 4 elementos e sua influência em nosso organismo

July 8, 2011
Somos todos filhos de Gaia, o planeta Terra, por isso, nosso corpo é feito de fogo, terra, ar e água – produz calor, possui massa muscular, respira e é em 70% composto por líquidos. Desta forma, os quatro elementos (fogo, terra, água e ar) estão presentes em nossa formação física e emocional. No que tange ao plano psíquico, o fogo diz respeito à nossa vontade, a terra à concretização, o ar ao raciocínio e a água aos sentimentos. Uma semente necessita de terra, água, ar e luz solar (fogo) na medida certa, para se manifestar e florescer, e nós funcionamos da mesma maneira. Por isso, a falta ou o excesso de algum dos elementos pode provocar desequilíbrios físicos, mentais ou emocionais. 

Veja também no site Mestres Ascensos sobre os Seres Elementais da Natureza

Fogo (Vontade) 
Excesso: a pessoa que tem excesso de fogo é inquieta, agitada, tende à excitação constante, não consegue parar nos lugares por muito tempo, é colérica.
É aquela que inicia vários cursos e projetos, mas não termina nenhum, atende ao telefone e fala com o colega do lado ao mesmo tempo em que quer fazer uma conta na calculadora. É aquela visita que quando vai embora da sua casa, você sente um alívio porque acha que passou um furacão por lá. É aquele sócio que todo mundo sonha, tem várias idéias e grande capacidade de liderança, muito entusiasmo, mas no meio do caminho larga a sociedade e começa outro negócio, nunca se fixa aos grupos que lidera. São pessoas, muitas vezes, dispersas, por estarem sempre procurando coisas novas. 
No corpo físico: pode sofrer de hipertensão constante, ser libidinoso e nervoso. Apresenta problemas de calcificação nas juntas ósseas, pedras na vesícula, nos rins e até no fígado. 
Falta: a pessoa com falta de elemento fogo tem depressão, sente frio, é aquele que aperta sua mão sem vontade, com a mão mole. É aquele parente que vai numa festa da família, senta na ponta da mesa, mas ninguém percebe que ele está lá desde o início da festa. Não tem força para nada, é apático, sente preguiça, não tem entusiasmo, não acredita na sua força pessoal porque não consegue entrar em contato com o seu guerreiro interior; tem tendência à covardia (medo de enfrentar problemas). Nunca se arrisca no desconhecido.
No corpo físico: osteoporose, dentes fracos, falta de circulação nos extremos do corpo (dormências), frio constante, falta de apetite sexual e anemia. 
Terra (Concretização) 
Excesso: a pessoa que tem excesso de terra vive através das regras, precisa delas, é o São Tomé, só acredita vendo, é aquele que fala: “tomar floral? Flor pra mim é a que está no vaso, no jardim”. É ligado na matéria, tende a ser apegado, ambicioso e materialista. Tem tudo muito organizado financeiramente, não dorme sem antes dar uma olhadela na conta bancária através do home banking. É perseguido por um medo constante de perder tudo, é aquele que acha que tem que trabalhar exaustivamente a vida toda senão ficará pobre. 
No corpo físico: forte e resistente, possui um corpo contraído e musculoso podendo produzir câimbras. Nunca relaxa, e à noite para dormir necessita de apelos externos (televisão ligada para dormir, entre outros). 
Falta: não empreste dinheiro para uma pessoa com falta de elemento terra, não é que seja desonesta, mas não consegue administrar suas dívidas assim tão facilmente, está sempre cobrindo um buraco financeiro e fazendo outro, não se organiza, não realiza as coisas, não tem retorno de nada (financeiro, emocional, familiar e social). Não sabe cobrar pelo trabalho realizado. Tende a ser desapegado da matéria, sem ambição pessoal, inseguro e não se gosta fisicamente. Inércia e acomodação são características-chave. 
No corpo físico: franzino, musculatura flácida, constantes quedas de resistência (vive gripado). Metabolismo lento. 
Água (Fluidez) 
Excesso: a pessoa que tem excesso de água é extremamente emotiva, chora demais, faz chantagem emocional, “engravida” dos problemas dos outros, não sabe discernir o momento de parar de ajudar os outros. É matriarcal e protetor em excesso, mas também tem muita flexibilidade, o que chamamos de jogo de cintura, porém com o excesso do elemento, fica como a água na natureza, ou seja, toma a forma do lugar, do ambiente e das circunstâncias em que está tendo muita dificuldade de fazer valer sua vontade. 
No corpo físico: uma necessidade constante de comer, o que pode gerar obesidade. Problemas digestivos e circulatórios. Hipocondria e retenção hídrica. Os intestinos incham e ficam flácidos, provocando a prisão de ventre. 
Falta: quem tem falta de elemento água é literalmente uma pessoa “seca”, inflexível, o famoso “cabeça dura” que nunca consegue se adaptar a idéia dos outros, acha-se o dono da verdade. São pessoas que necessitam de regras para se sentirem seguros (militares, síndicos), qualquer imprevisto no seu planejamento o torna improdutivo. 
No corpo físico: problemas no funcionamento do Sistema Nervoso Central. Hipocondria. 
Ar (Discernimento) 
Excesso: uma pessoa que tem excesso de ar pensa demais, não consegue dormir por ficar pensando em possíveis problemas e soluções que muitas vezes não justificam, é “viajandão”, está sempre distraído, tenta falar com a mesma pressa que pensa sonhador, intelectual ou cheio de devaneios. É o tipo esotérico, que sente a energia dos lugares, das pessoas. É bom na conversa, como entende tudo muito rápido, tem preguiça de ouvir explicações longas.
No corpo físico: geralmente apresentam problemas nos nervos e glândulas (enquanto órgãos). Dificuldade de relaxar por hiperatividade mental, insônia, esgotamento que gera impaciência, rinite, sinusite, dor de cabeça constante, acima dos olhos. 
Falta: quem tem falta de elemento ar nunca consegue entender nada, desligado, sem discernimento, memória confusa, não consegue gravar informações com clareza, sempre se engana ao expor um tema. Nunca se interessa em aprender nada novo, principalmente, informações intelectuais ou filosóficas. Muitas crianças com falta deste elemento são taxadas de dislexas e incapacitadas de aprendizado na escola, mas na maioria das vezes elas possuem múltiplas inteligências e capacidades em outras áreas.
No corpo físico: problemas nos nervos e glândulas (enquanto órgãos). 
Fonte- Stum.com
No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: