Skip to content

Sintomas Físicos da Ascensão

July 17, 2011
Por que sentimos um vazio interior? A que isso corresponde? Como gerir?
O vazio interior pode tomar diferentes significações, segundo as pessoas e segundo as Consciências.  O vazio interior significa um momento de passagem. É uma etapa de transição. O vazio interior precede o pleno. Em sua dimensão, assim isso funciona.

Da mesma forma como ao curso dos Casamentos Celestiais, atraímos sua atenção e sua Consciência sobre o fato de viver alguns sons, a fim de chegar ao silêncio interior. Do mesmo modo, a vida interior pode ser a etapa que precede o pleno interior, ou seja, a ativação permanente do que vocês chamam Chacra do Coração e, portanto o retorno à Existência. Por vezes também, esse sentimento de vazio interior pode estar ligado, não a processos energéticos de evolução, mas por vezes também a sofrimentos que vocês viveram, relativos a aflições, no sentido que vocês entendem, ao nível afetivo, que voltam à memória e se manifestam por esse sentimento de vazio. É preciso, entretanto, aceitar e compreender que nada é vazio nos multiuniversos e multidimensões. É apenas sua própria apropriação desta dimensão e do vivido que fez com que vocês concebessem o vazio como possível. Nada é vazio nos multiuniversos. Tudo é pleno, de diferentes modos.

Por que muitas pessoas, hoje, estão fatigadas, sentindo-se na partida?

Bem amada, os Seres humanos vivem hoje um certo número de restrições, ao mesmo tempo ligadas à transformação e à ausência de transformação. Essas restrições se exprimem de diferentes maneiras. A fadiga pode ser uma. Mas existem também muitos Seres Humanos que experimentam um sentimento de excesso de energia, podendo, ele também, conduzir à fadiga. A transformação induz a uma modificação de seus hábitos, em todos os níveis. Assim como disse, aliás, convém também ajustar ao melhor seu sistema alimentar e seu sistema hídrico, a fim de acompanhar o sentido da modificação. No que concerne à segunda questão, agora, o sentimento de partir: sim, vocês estão todos sobre o ponto de partir. Para um lugar muito mais luminoso, para sua Verdade e sua Eternidade. Alguns a captam com uma acuidade muito maior. Alguns a captam com angústia, aqueles que não estão nesta dimensão. Mas, a humanidade em seu conjunto, o Sistema Solar em seu conjunto, espera algo e sabe que algo está aí. Esse algo, vocês o sabem todos, está a caminho, inconscientemente ou mais ou menos conscientemente e alguns com muita acuidade, dão esse sentimento de partida iminente. Isso é agora, efetivamente. Não se esqueçam que seu espaço/tempo, que vocês experimentam como real, está ligado a uma curvatura do espaço/tempo e a um eletromagnetismo específico que foi insuflado. O espaço/tempo se desdobra, se desenrola. O tempo não é mais linear.  Vocês descobrirão que várias realidades podem se sobrepor: sua realidade do corpo de personalidade, sua realidade do corpo de Existência. Vocês estão, literalmente, a cavalo entre dois mundos. E, por vezes, isso pode ser desconfortável porque isso deve conduzi-los, em definitivo e finalmente, a fazer a última escolha, aquela que lhes convém e aquela que está em relação com sua concepção do que é a liberdade e a Luz. Então, sim, este período pode apresentar momentos difíceis mas também momentos de grande Alegria. E lembrem-se também que vocês têm a possibilidade, trabalhando sobre o coração, simplesmente recentrando-se em seu coração (por um certo número de exercícios que foram dados, em diferentes momentos, por diferentes interventores), de verdadeiramente se recentrar e na linha de menor resistência.  Obviamente, os medos os assaltam eis que vocês foram construídos pelo medo. Todo Ser Humano, sem exceção, experimentou, de uma maneira ou de outra, o medo. O medo é parte integrante de sua vida. Mas a Luz também, agora. Então, cabe a vocês fazerem a escolha e a vocês se dirigirem para o que lhes dá leveza, Alegria e Unidade.
De qual modo pode-se dissolver uma emoção forte tal como a cólera?
Bem amado, procurando o Reino dos Céus. Combater a emoção pela emoção não pode ser possível. Esse é o caminho que percorreram durante milênios em suas diferentes encarnações, reencarnando-se para tentar reparar emoções passadas. O que conduziu ao não-sentido que vivem hoje. O que observam nesse mundo, e que muitos de vocês começam a viver, é que mesmo os caminhos os mais sólidos, ao nível espiritual, nesta Dimensão, são apenas uma ilusão. O Carma existe apenas porque os Arcontes o criaram.
Os mundos Unificados são livres de qualquer reação. Eles evoluem na Unidade de Consciência, na transparência, na liberdade. Na liberdade, não pode existir o livre arbítrio.
O livre arbítrio é uma criação dos Arcontes que os provocou sobre os caminhos da densificação, chamados, de modo alegórico, a queda. Mas vocês não caíram sozinhos. Ajudaram-nos fortemente nisso. Convém-lhes portanto, também, através do que acabo de enunciar, liberarem-se, inteiramente, de toda forma de culpabilidade. Para além das emoções, que são muito facilmente transcendíveis pela Verdade da Luz, os freios os mais essenciais para o acesso à sua Unidade, hoje, são a culpabilidade e o medo. Através dessas duas palavras, esconde-se o conjunto de estratégias mentais, elaboradas consciente ou inconscientemente, que os impedem de aceder a Unidade.
Senti uma Energia subir do Sacrum para o Coração, isso acompanhado de Alegria, depois, um sentimento de reconexão misturado com dor. Por quê?
Bem amado, a dor corresponde à ativação dos canais e circuitos que, até o presente, estavam tapados. É então normal que desobstrução possa se traduzir por fenômenos dolorosos. É importante, entretanto, apreender que, mesmo nesta compreensão que pode por vezes existir, seja ao nível do Sacrum, seja ao nível do Coração, o elemento Alegria permaneça, qualquer que seja a dor. No momento em que o Kundalini se desperta, no momento em que ele cruza o que é chamado de bainha dos chacras, perfurando-as no sentido da subida, ele provoca certo número de coisas que não foram suficientemente purificadas. Isso pode provocar também fenômenos de dor ou de medo, que ressurgem naquele momento, em outros níveis além do nível físico. Mas isso corresponde, igualmente, a uma desobstrução de alguns canais e circuitos.
Por que se sentir às vezes como decolar e mantido em formas de tremores?
Isso corresponde a uma dupla atração: essa, obviamente, da Luz de Um Amigo e não da minha Presença, corresponde ao acesso ao Estado de Ser [Eternidade]. Esse Estado de Ser que deve doravante se manifestar em meio a esta Dimensão, mas, é claro, a expansão da Luz e da Presença da Luz, a tal oitava de Vibração, em meio a este espaço, pode levar alguns de vocês a viver um chamado para partir. Esse apelo para partir é contrabalançado, não por sua própria vontade, mas também pelos que ordenam, de maneira silenciosa e invisível, a intervenção do Um Amigo, a fim de evitar que vocês partam definitivamente em meio aos espaços do Estado de Ser. Essas diferentes manifestações dizem respeito provavelmente à maioria de vocês, aqui presentes, em diferentes formas. Elas todas correspondem à imersão de sua Consciência limitada em meio à ilimitada, com intensidades de Luz Vibrante que vão seguir, eu recordo a vocês, se amplificando. Existe então uma preparação Vibratória que lhes é proposta, através de certos conjuntos em Vibração de suas estruturas. Isso irá permitir-lhes, e conduzi-los a viver, durante a segunda série, ou seja, durante seus sete dias seguintes, o acesso ao Estado de Ser muito mais fluido e muito mais fácil. Alguns dentre vocês começam a experimentar os Estados de Samadhi cada vez mais profundos. Esse é o caminho certo e a única via para aceder aos espaços da Consciência Ilimitada.  Aceder à Consciência Ilimitada não quer dizer partir em meio ao Estado de Ser. Alguns de vocês o fizeram, mas esse não é o objetivo no momento, mas, simplesmente, o objetivo final. Enquanto isso há algumas coisas a fazer nesta Dimensão em que estão: ancorar a Luz, semear a Luz, é o seu papel.
Que significa, quando do acolhimento da Luz, formigamentos intensos na região do fígado?
A Luz, quando chega no Fogo e no Supramental, pode efetivamente revelar zonas de sombra, zonas que têm necessidade de ser iluminadas e queimadas pelo Fogo da Luz.
Assim, os formigamentos na zona hepática e vesicular traduzem a existência, nesse órgão que é, eu o lembro, a casa da alma, certo número de feridas de natureza emocional que não foram eliminadas. O fato de sentir, nesse nível, formigamentos, Vibrações, não é sinal de anomalia, bem ao contrário, mas ao fato que o que deve ser purificado, o é.
Quando as lágrimas de Alegria sobem espontaneamente, elas provêm necessariamente do Fogo do Coração?
Geralmente sim. Elas concorrem, quando de suas primeiras etapas de Samadhi, quando de suas primeiras entradas no Fogo do Coração ou da Vibração do Coração, na aproximação de sua Existência. E isso é uma grande Alegria, dando efetivamente lágrimas, que não são de emoções ou então uma emoção final, aquela que se funde com a Alegria do Coração.
Que significam as queimaduras nas palmas das mãos e nas plantas dos pés?
Cara irmã, a partir do momento em que a Vibração da Coroa Radiante do Coração é ativada, existe uma ativação realizando-se no que é chamado os cinco centros.
Esses cinco centros são, efetivamente, as palmas das mãos, as plantas dos pés e a raiz das asas do nariz. A ativação desses pontos periféricos e a manifestação concreta da Vibração do Coração em seu mundo, não passando mais unicamente pelo chacra do Coração, mas passando também pelos chacras das mãos e dos pés. Muitas manifestações, assim como eu dizia, colocam-se em balanço em suas estruturas. Para muitos de vocês, são Vibrações e manifestações inéditas cujo sentido vai esclarecer-se pouco a pouco em vocês, para além das próprias palavras que eu poderia dizer. Porque vocês observarão e constatarão que algumas Vibrações aparecem e desaparecem em seu Templo Interior, em função do que vocês fazem, em função das próprias Energias do ambiente. Vocês aprenderão então a observar, progressivamente, a que correspondem as Vibrações que vivem. Seja ao nível dos pontos da cabeça (as Doze Estrelas de Maria), seja ao nível de suas extremidades ou ainda nas novas estruturas chamadas «novos corpos», essas manifestações que se revelam a vocês vão progressivamente tomar todo sentido e toda sua função.
Eu sinto muito forte as emoções das outras pessoas. Por quê?
Sentir a emoção do outro é se situar ao nível da consciência, ao nível da emoção do outro.
Se você se puser em seu Coração, não haverá mais espaço para a emoção, sua e de algum outro. Então, conseqüentemente, através dessa percepção externa a você, é lhe dada a possibilidade de compreender que, mesmo que você perceba a distância que você chama de emoção do outro, ela não é a coincidência do coração. A coincidência do coração não precisa que a emoção do outro seja demonstrada, porque ela não a vê, ela não a sente, ela não a percebe e nem é afetada. Ser, nesse momento, a imagem de si mesmo, refletida no coração e na Unidade, não pode haver distância aí. A emoção do outro é a distância em relação à sua emoção. A sua emoção é aquela que é retida pela não aceitação e não integração no espaço do coração. Então, é bom mudar o ponto de vista: o ponto de vista da emoção deve estar na emoção do coração. A emoção do coração é aquela que permite impulsionar a Alegria e manifestá-la na manifestação da Fonte em você. A emoção do outro não tem espaço algum porque a emoção do outro é ilusão, tanto para você quanto para ele. Ao irradiar a Força e ao irradiar a Luz, você transcende a sua emoção e a emoção do outro. Este é o caminho e o retorno à Unidade.
Há algumas semanas, sentia-me na leveza. Hoje, no peso e na fatiga. Por que essa mudança?
Caro Irmão, o tipo de atividade e os momentos não são os mesmos. As atividades que realizam, neste espaço, assim como as atividades da Terra correspondem, eu diria, atualmente, a um cenário que deve ser visto, uma Luz que passa, para muitos de vocês, atualmente, por tomadas de Consciência, por pesos e por, não o aparecimento, mas a revelação de certo número de resistências e de freios. O trabalho vibratório que realizamos juntos vai conduzi-los a passar de uma consciência limitada para a Consciência Ilimitada.
Isso não pode se fazer sem a lucidez, sem certo número de mudanças. As mudanças não são sempre simples. A ascensão à Vibração do Ilimitado passa por vezes por uma impressão de cansaço. Esse cansaço corresponde ao adormecimento, em retirada, da Consciência e da energia da personalidade. Convém, portanto deixar se estabelecer esta gestação.
O questionamento apenas pode ser o mental pela comparação ao que foi já vivido. Não pode ali haver comparação, porque as coisas são profundamente diferentes, no que vocês realizam, como no que realizou a Terra e o que ela se prepara para realizar. A Alegria necessita a travessia de um espaço por vezes penoso. O acesso à nova Dimensão da Terra passa por um período que foi chamado por minha irmã de alma, Snow, um parto. Vocês estão, uns e outros, à sua maneira, nas fases de contração, depois, dilatação, ligadas a seu próprio parto. O que não quer dizer, tampouco que, cada dia se sucedendo, verá o agravamento ou a melhora, mas uma mudança, certamente, sim, inerente à própria mudança que estamos, juntos, iniciando. O que exprime isso, em você é, também, o lado da lagarta, o lado do peso, que, para você como para cada um, nem sempre quer ceder e deixar o lugar. O que você expressa reflete apenas isso.
Desde algum tempo, sinto-me muito cansado. É normal?
Você sabe, cada um, hoje, vive fenômenos de transformação importantes. Alguns, são feridas que ressurgem (e creio que Anael lhes disse já coisas sobre isso) e outros, são cansaços, outros, ao contrário, o fato de estarem sobrecarregados. Outros, dores de cabeça terríveis ou compressões no peito ou nas costas. Está ligado a tudo o que acontece nesse momento. É preciso passar por aí. Cada um passará por aí onde deve passar, em função do que há a transcender e a superar.
Sinto-me depressivo, em relação com a infância, mas não compreendo.
Lembre-se que a Luz ilumina as zonas de Sombra e isso será assim, cada vez mais. Não é questão de ir nas zonas de Sombra para ver a cena, o acontecimento, as emoções. Simplesmente é iluminado. Uma vez que é iluminado, o que resta a fazer? Queimar, e é tudo. Portanto, há que se abandonar, ainda mais, ao que faz a Luz. Lembre-se do que disse exatamente antes, um pouco antes. Até agora, era agradável viver as energias, mas a um dado momento, no qual vocês entraram sobre a Terra, onde o Fogo se ilumina, o Amor ilumina, onde a Luz da Vibração ilumina. Então, obviamente, quando isso se ilumina, isso pode fazer quebrar, porque se acreditava ter superado certas coisas. Acredita-se ter integrado certas coisas, mas não é “negativo » ou não é uma regressão. Bem ao contrário, é uma eliminação. Então, é preciso confiar isso ao Fogo.
Por que sinto vibrar tão forte o nariz e muito pouco o Coração?
O importante é que uma Vibração correspondente à 12ª lâmpada, correspondente ao nariz, está ativa, a partir do momento em que as lâmpadas são ativadas. Agora, é a você que cabe se colocar em seu Coração, pela Consciência, diretamente. Mas, se a Vibração do nariz e das asas do nariz está ativa, é evidente que o corpo novo o mais alto está desperto e que isso não poderia se fazer se o Coração não estivesse desperto. Simplesmente, algumas circunstâncias de sua Vida, ainda presentes, representam freios à ascensão total à Alegria. Portanto, a energia vai se manifestar em outros lugares.
Sinto regularmente a sensação de o coração tem falhas.
Isso corresponde à ativação do 9º corpo, portanto: dor no peito, problema do ritmo cardíaco, ou mesmo parada cardíaca ou sobressalto cardíaco.
Durante a intervenção do Arcanjo Gabriel, eu tive a impressão de inspirar, mas não mais poder expirar.
As compressões, pressões, no peito, modificação do ritmo cardíaco percebido e a respiração são muito lógicas. Foi dito, me parece, e perfeitamente descrita por Um Amigo e por Sri Aurobindo, a passagem da respiração ao nível da pulsação do Coração. É exatamente isso que é vivido.
Por que minha visão se torna menos nítida?
Lembre-se que, quando há acesso à vibração do Coração e já também, quando há acesso à Coroa Radiante da cabeça, há certo número de modificações que ocorrem ao nível fisiológico. Há uma redistribuição da cartografia de irrigação sanguínea e energética que pode passar por modificações do ritmo cardíaco, da freqüência respiratória, a impressão de que, quando se respira, o ar não vai nos pulmões, mas no cérebro. É algo que é normal.
É completamente normal, e a visão pode se modificar, efetivamente. Há questões que são da ordem da fisiologia, aí, porque vocês querem se furtar, a todo custo, como dizer…, tentar estarem tranqüilos sobre modificações físicas. Mas o Despertar é uma modificação de certo número de parâmetros, fisiológicos, bem reais: seja a respiração, seja o ritmo cardíaco, seja o modo de funcionamento dos órgãos dos sentidos, com os zumbidos nos ouvidos, com as pressões ao nível da cabeça, com modificações de percepções visuais e do odor.
Mas tudo isso é estritamente normal.
Que fazer contra as dores violentas?
Há dois modos de encarar a problemática, se você se situa nesse nível aí, também, porque não há razão para que o princípio da Unidade não exista também ao nível de seu corpo e ao nível do que você chama dor e doença. A certo nível de ponto de vista e a certo nível de Vibração, não há mais espaço possível para o aparecimento de qualquer doença ou o aparecimento de qualquer dor. Obviamente, vocês não vão realizar isso de um dia para outro, mas isso não é uma utopia, é uma Verdade. Então, seja procurando corrigir o desequilíbrio com os diversos meios que conhece, talvez, todos, aqui, entre vocês; seja procurando se elevar acima desta dor pela Vibração, o que é, eu o lembro, completamente possível; seja utilizando o que lhe deu Um Amigo, relativamente à cura final das zonas que estão ainda na Sombra; seja elevando vocês mesmos ao nível da Vibração a mais forte que me permitirei fazê-los tocar daqui a pouco
De onde vêm os puxões e as pressões que podemos sentir na cabeça?
Bem amada, a cabeça se abre. Como podemos imaginar que uma cabeça se abra, sem ter a percepção? Isto não é Ilusão, isto não é visão, simplesmente, do mental, mas a cabeça se abre, realmente. O que foi separado em vocês, o que foi introduzido no que chamam seu cérebro, pelos jogos da dualidade, da Sombra, devem, hoje, cessar. Existe, portanto, também, em seu cérebro, modificações bem reais, bem concretas, que se acompanham de uma redistribuição total do que chamaria de fluxo vascular, o fluxo neuronal.  Assim, o que vocês percebem na cabeça, sob forma de pressão, sob forma de Vibração, sob forma de peso ou leveza, os pontos de Vibração existentes no que o Arcanjo Miguel chamou as 12 Lâmpadas (traduzindo-se, também, pelas cinco sílabas sagradas, pelos cinco pontos de Vibração da cabeça), correspondem, efetivamente, a uma transformação de seu cérebro. O cérebro é o lugar da reflexão, não unicamente da reflexão mental, mas, também, o lugar da reflexão da Divindade que foi falsificada, mas, entretanto, ainda presente em seu cérebro novo.  Isto, hoje, se modifica de modo muito palpável. Inúmeras modificações existem.  As modificações elétricas existentes na superfície de seu planeta e também nas camadas as mais altas de sua atmosfera existente, evidentemente, em seu cérebro, em suas células, em seu DNA.  Esta transformação é uma transformação da forma, não se esqueçam. Então, como esta transformação poderia apenas afetar sua Consciência, seus sonhos, sem afetar, evidentemente, todo o resto?  É o que vivem, neste momento. Não há lugar para inquietação, não há lugar para pânico, há lugar para aceitar e integrar esta bênção que vem a vocês.
Por que algumas pessoas tiveram problemas de obturação ao nível dos dentes, quando da segunda etapa das Núpcias Celestes?
Simplesmente porque a ativação e a liberação do segundo chacra, ligado ao centro do poder, necessitou também da liberação de alguns engramas, chamados cármicos, e pertencentes à matriz. Ora, o lugar de codificação Vibratória cármica situa-se, quando é evacuado de modo não perigoso para sua entidade biológica, ao nível dos dentes. A modificação das forças eletrônicas existentes ao nível dos chacras, correspondendo à chegada sobre a Terra das partículas Ultravioletas, modificou a distribuição das cargas elétricas. As obturações, obviamente, captam esta eletricidade, por outro lado.
Por que me sinto novamente bloqueada nas costas, esta noite?
Bem amada, o bloqueio das costas e da região lombar, que ocorre em plena noite, tem uma explicação muito lógica e muito simples. Que acontece à noite?  Vocês se recriam na ilusão. O renascimento, na ilusão, se faz cada noite, entre 2 e 4 horas da manhã. A região na qual você é afetada corresponde à região do poder. Isso demonstra simplesmente que uma parte de você aspira à liberdade e a Existência e a outra parte deseja manter o poder. Assim, seu corpo expressa esta dicotomia e esta fratura que existe entre duas partes de você, uma que é ilusão e a outra que é Verdade. Eu afirmo que não há nada a aprofundar. Através dessas palavras, eu lhe disse tudo.
A que corresponde o fato de se despertar entre 2 e 4 horas da manhã?
Aqueles que se despertam naquele momento estão sujeitos à influência do mito de Prometeu. Isso está em ressonância e em relação com o mundo astral, com o mundo das emoções e o mundo das relações. Eu digo que o mito de Prometeu e o renascimento que se produz, cada noite, entre 2 e 4 horas da manhã, faz parte dos sistemas de crenças inseridos pelo Arcanjo Lúcifer em pessoa, quando da Criação desta ilusão. Assim como vocês são portadores da Vibração Micaélica e da Consciência Micaélica, do mesmo modo que vocês são portadores do DNA de Maria, do mesmo modo que vocês são portadores do Cristo Interior ou KI RIS TI, há também, em vocês, a marca de Lúcifer. E, aliás, lembrem-se, o que está no alto é como o que está abaixo, falsificado ou não. Vocês são, coletiva e individualmente, portadores da Vibração do Arcanjo Lúcifer. Isso corresponde ao que se poderia chamar, de maneira pomposa, a redenção da matéria e sua espiritualização, tornadas possíveis pelo sacrifício do Cristo. Vocês o vivem todos, pessoalmente. O mito de Prometeu é vivido por cada um, mais ou menos lucidamente, mais ou menos conscientemente, segundo seu estado de fragilidade nesse mundo de emoções.
E quando se adormece somente às 4 horas da manhã?
Não é a mesma coisa. Adormecer normalmente e se despertar entre 2 e 4 horas da manhã corresponde ao ciclo de Prometeu e, portanto, à ilusão prometeana. Em contrapartida, adormecer somente a partir de 4 horas da manhã significa que, na alma, há um medo de não renascer na ilusão. Há, portanto, desconstrução real em curso. É como se, em algum lugar, a alma esperasse que esta desconstrução termine para estar certa de renascer na ilusão. Não é de forma alguma a mesma coisa que manter o Fogo prometeano, mas apreensão. Apreensão quanto a saber onde está a Verdade, onde está a ilusão. Enquanto que, em seu mundo, lembrem-se, não existe Verdade absoluta. A única Verdade absoluta é quando vocês penetram o santuário do Coração. E enquanto vocês não chegam nesta etapa, através mesmo de conceitos que nós veiculamos e também através de Vibrações que chegam em seu mundo, vocês estão sempre na alegoria de mestre Aïvanhov, a nádega entre duas cadeiras.
Sentir Vibrações nas costas e na projeção traseira do chacra do coração pode corresponder a esses fenômenos?
Isso é lógico. O trabalho de estabelecimento da Coroa Radiante do Coração e da cabeça toca a seu cumprimento e vocês serão cada vez mais numerosos a perceberem suas costas e a parte inferior das costas porque a energia da subida efetua-se nesse nível. A tensão passa por esse canal central, mas é preciso, efetivamente, previamente, ter alinhado, literalmente, o Fogo do Coração e da cabeça. São essas etapas que vocês estão vivendo e conscientizando em vocês. Não se esqueçam jamais que a Vibração que percebem nesse corpo é a garantia da autenticidade do que vivem. Não dê ouvidos a um ser humano que lhes finge ser Luz e que não vibre nas Vibrações da Luz e que não sinta o Fogo do Coração. Ele estaria no Fogo da cabeça e na Ilusão (que eu poderia qualificar, em termos antigos, de Luciferianos), mas, sobretudo, na Ilusão e que se colocaria ele mesmo numa situação de aquecimento, o aquecimento que nada tem a ver com o Fogo do Coração. Este aquecimento é um aquecimento do mental (que se estimula a si mesmo e se ilusiona a si mesmo e se satisfaz a si mesmo na falsa Luz e a Luz da cabeça) ligado ao conhecimento, certamente, mas o conhecimento não permitirá jamais viver a Vibração. Isso, vocês devem compreender e o compreendem porque vocês o vivem. Mas, sejam indulgentes, sejam muito indulgentes e não julguem porque aqueles que não o vivem não podem imaginar um segundo que o que vocês vivem é real, porque eles não percebem a Vibração. Não percebendo a Vibração, tudo o que os ameaça, em sua Ilusão mental, é chamado obscuridade e isso não pode ser de outro modo. Então, eu lhes repito, sejam indulgentes.
Desde o início de sua presença, minha garganta, minha língua, queimam. Que fazer?
Não há nada a fazer, bem amada, isso corresponde ao que deve evacuar-se. Você deve acolher o que vem com igual humor. Não gerar medo a uma queimação que corresponde a uma eliminação. Isso é o ego que quer se apreender de um sinal para fazê-lo seu. E nada mais. Lembre-se também que a passagem do ego ao coração corresponde já ao fato de começar a queimar. A queimação corresponde ao que foi chamado seu corpo causal, nesta Ilusão, nesta matriz. Há, portanto, certo número de memórias a queimar. É o que acontece atualmente.
A que correspondem as tensões que muitos sentem nas pernas?
A percepção que alguns de vocês sentem na parte inferior, a mais baixa do corpo, está ligada a modificações de reajustamentos magnéticos em curso sobre o conjunto do planeta. Isto está diretamente ligado à abertura dos chacras que eu chamaria da nova Terra, para as raízes intraterrestres de nova dimensão onde se encontra certo número de memórias que devem se evacuar.
A nutrição prânica é a nutrição do futuro?
O que você chama o futuro? Um futuro próximo, amanhã. Isso é completamente possível. Muitos seres continuam a comer por hábito. Será necessário falar com a Cabeça de Caboche, aliás. Vocês têm completamente a possibilidade de manter sua forma, ao nível físico e amplificar sua Consciência, simplesmente fazendo a tentativa, não de jejuar, porque na palavra jejum há privação, mas simplesmente seguir realmente seu apetite e não colocar-se à mesa porque é a hora, como para a maior parte das pessoas. E verão por vocês mesmos. Tentem ingerir líquido, nem que seja apenas três ou quatro dias. Vocês verão por vocês mesmos. Eu não posso lhes dizer melhor. Ingerir líquido, isso quer dizer simplesmente ingerir o que é de natureza líquida, e não sólida. Até prova em contrário, um desjejum é sólido, não? Se vocês tomam suco no desjejum, é um alimento líquido. Um suco de legumes é líquido. Um legume não é líquido. A razão é muito simples: a partir do momento em que vocês absorvem líquido, o que quer que absorvam, não há esforço ao nível do plexo solar, ou seja, o Manipura chacra, correspondente à digestão. A Energia é muito rapidamente dirigida para o chacra do Coração. É também simples assim.
É normal se sentir “derrubado” pela energia?
O reajuste entre a Vibração da personalidade e a Vibração do Ser, que está mais presente do que antes, devido ao quase desaparecimento do que tinha sido chamado de franjas de interferência, ou franjas astrais, através da influência das radiações cósmicas, a Vibração do Ser se aproximou da Vibração da personalidade. Isto pode ser vivenciado por algumas Consciências como uma sensação de flutuar ou de se encontrar realmente entre dois mundos, entre a vigília e o sono, por exemplo, ou entre o sono e a vigília. A Vibração da Presença que desce em sua direção ocasiona isso sem apreensão. Na maioria dos casos, em um estado de desprendimento do que é experimentado. Isto participa, de forma inegável, à realização, em vocês, do Ser e da Presença. A Vibração e as Radiações cósmicas que vocês percebem e sentem na Terra podem se traduzir por períodos, às vezes importantes, de reajustes, que dão efetivamente uma impressão de cansaço ou de peso, associada, evidentemente, ao efeito da Vibração. Mas o que percebe isso é a Consciência da personalidade. A Consciência do Ser se revela no momento oportuno, a partir do momento, para certas pessoas, em que a Consciência da personalidade não pode mais lutar contra a influência da Vibração da Luz. Então, algumas pessoas vivem ajustes importantes, que resultam, no mesmo dia, algumas vezes na impressão de estar desconectados ou de estar em outro lugar, mal definido. Ou, então, podem ocorrer, ao contrário, períodos de intensa exaltação em relação à penetração do Fogo do Amor.
Cada Consciência vive e reage de forma diferente ao processo, cada caminho é diferente e vocês estão, cada um, numa etapa diferente nesta estrada. O importante, mesmo neste estado particular de peso, é sentir a leveza. Há evidências apesar das flutuações da Consciência. Tocar uma vez a Vibração da Alegria e da Luz autêntica pode ser o suficiente para desencadear as transformações salutares. O importante é este impulso inicial. Depois, devem deixar a Inteligência da Luz, agir e interagir com vocês. É preciso dar tempo para que ela se instale, ocupe seu espaço e desabroche. Novamente, cada um tem seu próprio ritmo, sendo importante que, independentemente do que é vivido no nível do corpo e no nível da Consciência, afinal, se vocês olharem hoje, está melhor, de qualquer forma, do que ontem. Isso faz parte dos ajustes da Luz e dos reajustes entre a personalidade e o Ser.
A partir do momento em que vocês começarem a se entregar à Inteligência da Luz, as sombras presentes no seio da personalidade se esvaziam, tanto ao nível da esfera psicológica quanto da esfera fisiológica. A Vibração da Luz lhes engajam para ir em direção de uma transformação essencial, para o alívio de seus pesos e de sua carga. Evidentemente, isso não acontece em um dia, mas acontece através de pequenos passos sucessivos até que um dia ocorra o abrasamento da Vibração, o Fogo do Amor. Neste momento, sua Vida e sua Consciência terão definitivamente feito a reversão. Não haverá mais voltar para trás. Nunca mais.
Tenho por vezes reações de náuseas, vontade de fugir, medos ou desconfortos.
Ah, caro amigo. Esperar a Luz e crer na Luz é um ideal de muitos seres humanos. Mas, fundamental e Vibratoriamente, é completamente lógico que a Luz faça medo, porque a Luz é um Fogo, porque esse Fogo destrói tudo o que não é a Luz em vocês e, se você não estiver aterrorizado, a um dado momento, pela Luz, é que você crê na Luz, mas você não a vive. Quando a Luz se aproxima, é verdadeiramente a morte e sua consciência limitada o faz viver a pequena morte. Então, se colocar na Vibração do Coração, no Fogo do Coração e na Alegria do Coração, permite aproximar-se desse momento com uma serenidade evidente, mas vocês viverão, todos, esse momento. Vocês vivem a morte e, como toda passagem, qualquer que seja, iniciática ou passagem real pela morte, vocês passam sempre pelas etapas e eu creio que isso já lhes foi desenvolvido e muito longamente. E é por isso que insisti também no fato de se colocarem o mais rápido na Alegria e não no medo que se tornará terror. A Luz é Alegria, definitivamente, estabelecendo-se no Samadhi. Mas, chegar ao primeiro Samadhi, pode ser terrível, porque é a morte que é vivida. O Coração pára, a respiração para, o cérebro pára. A Luz preenche tudo. Não há nada mais que a Luz e a personalidade morta, ainda que renasça depois, transformada, certamente, senão você não está mais lá para ver.
Por que meu corpo é tomado de sobressaltos quando de alguns exercícios?
O mais frequente, esses fenômenos de sobressaltos são lutas existentes entre a Existência e a personalidade. Trata-se de resistências que servem para se relaxar, no Interior de Si. Os abalos, e por vezes alguns de vocês viveram bloqueios específicos, esses bloqueios ilustram o lugar que deve ser iluminado. Os abalos participam do mesmo processo.
Após um dia de calma, meu mental se enfurece de novo, que fazer?
Obviamente, não há nada, ao nível do mental, que permita parar o mental. E a questão que viria depois: então, que fazer?  Parar o mental faz parte do processo de abandono à Vibração. Compreenda bem que o mental é resistência e sofrimento e ferida. Para todo ser humano, esses medos de sair de alguns condicionamentos e de alguns quadros, são suas próprias resistências que fazem com que vocês não cheguem, pelo momento, a penetrar no interior da concha. É a incapacidade para parar de pensar. Mas é seu mental que gera isso para impedi-lo, justamente, de aceder a esses espaços ilimitados. O mental tem muito medo do ilimitado. Para ele, isso não existe. E a razão é porque, tocando o ilimitado, o mental está arruinado. Mas vocês são obrigados a passar por aí, porque, se vocês não acedem a isso, vocês não têm qualquer outro meio de ali chegar. Vocês podem se bater na cabeça com golpes de martelo, vocês podem urrar, vocês podem assar uma bicicleta ou uma moto, isso estritamente nada mudará. Vocês devem encontrar a confiança. Esta confiança Vibratória pode se encontrar, como eu a encontrei em minha vida, olhando o sol. Vocês podem encontrá-la colhendo uma flor, vocês podem encontrá-la deixando fazer a Vibração.
Então, pelo momento, vocês não podem compreendê-lo, porque são vocês que decidem. E isso, seja através do poder, seja através do ego de humildade, que é também um ego, isso quer dizer que há em vocês coisas que não querem soltar, é tão simples assim. Agora, se vocês me perguntam o que é que devem soltar, eu responderia: aquele que coloca a questão. É um ato de abandono à Luz que é a crucificação, que é o momento em que se diz: “que a vontade da Luz de faça”. É aceitar que a Luz e sua Inteligência dirijam seus passos, sua vida e sua respiração. Então, visto através do filtro do mental, isso dá vontade, efetivamente, de bater a cabeça contra a parede, não é?, para alguns. Mas é o mental que reage assim, unicamente o mental. Se não houvesse mental, não haveria matriz, não é?
Vocês não seriam prisioneiros de algo, vocês seriam livres. Acontece que, hoje, com a Luz que vem a vocês, é muito mais fácil penetrar o santuário do Supramental e da Existência no Coração. Mas alguns têm um mental extremamente virulento. A virulência não está ligada a uma personalidade que pode estar na dianteira da cena. Lembrem-se que há egos chamados de negativos, mas que são tão potentes como os egos que estão na dianteira da cena. É sempre a mesma coisa que se expressa, o mental fazendo de modo que vocês não se voltem suficientemente para o Interior. Então, ou ele se coloca a pensar, ou ele lhes diz que é absurdo, ou ele quer se manifestar de um modo ou de outro, ou ele quer lhes dizer que tudo isso são tolices. De um modo como de outro, ele tenta mantê-los fora da Verdade.
Todas as emoções são conectadas a feridas?
A maior parte das emoções resulta, efetivamente, de feridas anteriores ou de vivências anteriores, que vocês não chamem necessariamente de ferida, como uma emoção dita positiva. Mas uma emoção, seja positiva ou negativa, os remetem sistematicamente à dualidade, devido ao que ela gera como densidade, mesmo aquelas que, no momento, podem aliviá-los mais. É, por exemplo, muito triste para nós, observar (embora esta tristeza não seja uma emoção mas, antes, algo que provoca, mesmo aos arcanjos, o simples fato de levar nossa Consciência acima) um sentimento de inutilidade. Assim, portanto, alguns seres humanos vivem atualmente emoções importantes em relação com alguns esportes. Essas emoções nutrem a matriz indefinidamente. Compreendam bem que a emoção nasceu da Criação dos mundos arcônticos, dos mundos da dualidade e dos mundos relacionados com a ação-reação. Que esta reação seja do domínio da alegria, do prazer, ou que esta reação seja ligada a feridas, elas participam todas as duas e, exatamente à mesma altura, da nutrição da matriz. Obviamente, na personalidade, é mais agradável ter prazer do que sofrimento, mas o resultado é exatamente o mesmo.
Existem emoções que não seriam desta natureza?
Elas são todas, sem exceção, desta natureza. Então, obviamente, uma emoção dita positiva pode provocá-los por vezes a terem o sentimento de vibrar no Coração e de estar feliz. Mas isto não é a Alegria sem objeto que nós lhes descrevemos desde um ano e meio.
O que é das emoções que se pode sentir pensando, por exemplo, em Maria?
É preciso distinguir e fazer a diferença entre a emoção-atração com relação a ressonâncias próprias do que vocês chamam de Energia Mariana e podem ir até as lágrimas, do aspecto Vibratório real e concreto, que se traduz pelos pontos de impacto ao nível de suas diferentes estruturas e mesmo físicas. Assim, os fenômenos de histeria observados em alguns lugares de aparição são apenas a tradução de estados emocionais exacerbados, que estritamente nada têm a ver com Maria. Infelizmente, a humanidade foi muito enganada com isso.
De fato, ao nível de seu DNA, foi-lhes implantado um mecanismo de pensamento bem preciso, que os faz crer e aderir e, em particular no que vocês chamam de raça branca, para a incapacidade de se salvar por si mesmos e esperar um salvador exterior. Isso funcionou perfeitamente e continua a funcionar para a totalidade da humanidade.
Pode-se viver um estado de tristeza em Consciência, fora de toda emoção?
É preciso, aí também, discriminar, mas o resultado é o mesmo, a tristeza vinda de vocês, da tristeza emoção que não lhes pertence mas que existe dentro mesmo da matriz. A humanidade em sua totalidade se banha num banho de emoções. Esse banho de emoções pode ser mais ou menos triste, mais ou menos feliz. Mas vocês têm que se discriminar de tudo isso, para não participar do que não lhes pertence e do que não é vocês. Vocês são banhados num banho de ondas permanentemente. Esse banho de ondas é constituído de emoções como de ondas de outras naturezas. Mesmo as ondas eletromagnéticas de suas tecnologias concorrem para fazer nascerem emoções.
Isso significa que, quaisquer que sejam os eventos, pede-se que sejamos neutros em todas as circunstâncias, seja de ordem pessoal ou coletiva?
Na condição que esta neutralidade, bem amada, não seja uma ação da personalidade, mas uma ação do estabelecimento da Luz em si. Num caso, há controle e não superação. No outro caso, há realmente superação. Enquanto vocês são identificados a uma emoção, qualquer que seja, mesmo a mais agradável, vocês não podem penetrar as esferas da Unidade. Lembre-se que vocês estão num mundo de atração e de ressonância. Assim, se se manifestam a vocês circunstâncias ou uma emoção específica, que venham de vocês diretamente ou sejam provenientes do banho emocional, o resultado será estritamente o mesmo, vocês reagirão com relação a esta emoção e exprimirão um estado de ser que não é estar no Ser.
Então, a única maneira de não entrar nesta emoção é a Vibração?
Inteiramente. É por isso que, cada vez mais, há identificação entre a Consciência e a Vibração. A emoção é ausência de Vibração ou então Vibração física que os provoca, por exemplo, para um medo apreensivo, para relaxar algumas pressões de seu esfíncter. Eu vou ao extremo, mas isso é lógico. Ou então, no caso de exaltação ligada a uma emoção que vocês chamariam de extremamente positiva para vocês, para deixá-los tomar por esta noção, uma onda de prazer porque é realmente uma onda que se trata, mas esta onda nada tem a ver com a onda da Existência.
Recorrendo à Vibração, esta emoção é dissolvida de maneira definitiva?
Bem amada, a partir do momento em que a Coroa Radiante do Coração está ativa, é extremamente fácil ativá-la e portanto colocar o conjunto de sua vida sob o conjunto da Coroa Radiante do Coração ou da Vibração passada na escala do corpo. Torna-se então muito fácil apreender e perceber o que é alívio da Vibração ou o que é reforço da Vibração.  Que se refira à Vibração global do corpo ou simplesmente a Coroa Radiante do Coração.
A Alegria Unitária é a ausência total de emoção?
Inteiramente.
O prazer por vezes sentido durante uma relação sexual faz parte da dualidade?
Para a maioria da humanidade, sim. Assim, alguns seres que têm acesso à Coroa Radiante do Coração não pode simplesmente mais ter relações sexuais, senão isso provocaria a morte.
Isso significa que não é preciso mais ter relações sexuais?
Eu jamais disse isso, bem amado, porque seria uma privação. Isso não resolve e não decorre de um desejo pessoal, mas de uma evidência que se estabelece naquele momento. Enquanto não é vivido, o resto seria apenas contração e violação de uma aspiração muito legítima que existe no ser humano.
Que significa o fato de sentir uma queimação ao nível da testa ou atrás da cabeça?
Bem amado, isso participa do estabelecimento dos 12 pontos da Coroa Radiante da cabeça. Ao nível da Coroa Radiante da cabeça, existem zonas precisas, em relação com os pontos que entram em atividade Vibratória. Alguns deles lhes são conhecidos, outros lhes serão desvendados e percebidos durante seu verão. Cada um desses pontos tem uma função espiritual, em relação com um atributo espiritual. Cada ponto Vibratório está em relação, também, com um de seus órgãos físicos. Assim, os pontos de calor que existem, em relação com a parte traseira do crânio, estão diretamente ligados ao ponto chamado, por mim mesmo, Ômega, ou seja, o fim. Este Ômega está diretamente religado, também, a seu cerebelo e à capacidade desse cerebelo ser o retransmissor da consciência e, portanto, fazer desaparecer, em suas estruturas e em sua Consciência, todas as influências inconscientes chamadas crenças inconscientes, que construíram e constroem sua vida, sem colocar-lhes questões. Esses pontos revelar-se-ão, progressivamente, durante seu verão.
Assim como isso foi dito, não lhes cabe, pelo momento, conhecer as funções, mas viver a Vibração e as sensações. Isso é o mais importante para o estabelecimento das funções espirituais em relação com esses pontos. Não é a explicação que criará a função, mas, sim, a Vibração que ativará a função.
A Presença de Maria no Interior do Coração pode nutrir o corpo? E a longo termo?
Perfeitamente. Isso pode ser possível, dadas as circunstâncias energéticas que há, atualmente, se vocês são capazes, realmente, de engolir esta energia. Não há qualquer ração para que lhes falte o que quer que seja. Há seres que passam meses sem comer, sem fazer jejum, simplesmente porque as Vibrações os nutrem. Nós lhes falamos também do néctar dos deuses, não é?
A ignição do Fogo da cabeça passa obrigatoriamente por sangramento nasal?
Antes de falar, cara irmã, da ignição do Fogo da cabeça, há primeiro a ativação do 6º e do 7º chacra, pela recepção da Shakti ou do Espírito Santo. É isso que desencadeia os filetes de sangue na narina esquerda, depois direita, e é isso que desencadeia o som da alma. O Fogo do Éter ou o Fogo da Coroa Radiante da cabeça não ocorre senão num tempo posterior.
Certamente, o espaço de tempo entre os dois eventos tornou-se cada vez mais curto, em termos Terrestres. Os filetes de sangue correspondem à perfuração do pavimento das fossas nasais, correspondendo à ativação do 6º e do 7º chacras. Alguns Seres podem perceber Vibrações na cabeça, sem, no entanto, viver a constituição do corpo de Luz.
Isso resulta, numa certa medida, da intensidade das energias do Espírito Santo, acoplada à energia do Ultravioleta, que se derrama sobre a Terra desde mais de um ano. Recordem-se também da frase que escrevi, sob ditado de Cristo: “haverá muitos chamados e poucos escolhidos, eles serão marcados na testa”. A passagem do chamado ao escolhido se faz pelo Abandono à Luz e pela morte do ego. Esta morte podendo se realizar até o extremo limite do tempo que é descontado. Mas será mais provável, muito mais confortável, realizar isso antes do final.
Quais são as Vibrações interiores que eu vivi durante duas horas, no corpo?
O Fogo que penetra. Portanto, é muito bom. Quando o Fogo se acende na escala do corpo inteiro, isso faz parte de Vibrações intensas em todo o corpo, com formigamentos por toda parte. E, caro amigo, isso não deveria inquietá-lo, o que deveria inquietá-lo é não vibrar assim todo o tempo. Isso vai perdurar, não se inquiete, mas vem por pequenos toques, não é?, porque se você tivesse tudo de um golpe, você teria já partido desta Dimensão, você desapareceria literalmente, mas é exatamente isso que está chegando. Alguns de vocês começam a perceber Vibrações, seja sobre os chacras ou na escala do corpo, formigamentos, pressões em diferentes lugares. É exatamente o que está acontecendo, mas nós vamos progressivamente e vocês vão progressivamente, em relação a isso. O que os encaixa, hoje, mesmo sem se darem conta, se pudessem fazer uma viagem no passado e se viessem desse passado hoje, sem ter passado o tempo em que as energias são derramadas sobre o planeta, mas os grelharia, literalmente, abertos ou não abertos, aliás. E há pessoas que medem as Vibrações, as Vibrações do planeta são profundamente diferentes do que eram. Eu faço alusão a algumas dezenas de anos. As primeiras primícias da chegada do Supramental foram perfeitamente descritas por Sri Aurobindo. O primeiro contato da primeira energia do Supramental tocou a Terra em agosto de 1984, portanto, é bastante recente. Mas se vocês transpusessem alguém que estava vivo em 84, diretamente de 84 para hoje, ele não permaneceria vivo um segundo. É o princípio da rã que aquece.
Senti como uma irradiação, meu corpo como atravessado por 3.600 Volts.
É efetivamente uma irradiação. Quer dizer que isso corresponde a uma travessia de sua estrutura física e sutil, na matriz, por partículas de Luz Vibral, tais como foram definidas, mas também a uma travessia em suas estruturas, de certo número de partículas chamadas de radiações ionizantes, cuja particularidade é, num primeiro tempo, provocar uma mutação do DNA e da Consciência. É para ajudá-lo a ir para sua Eternidade, sua Existência. Portanto, é perfeitamente lógico. E você vai Vibrar assim, cada vez mais.
É graças a esta nova Consciência que se poderá purificar nossos Carmas para se criar a si mesmo?
Cara irmã, incontestavelmente, sim. A passagem da Vibração, e a chegada da Luz em sua Dimensão, permitiu seu próprio desvendamento. É na integração e na aquiescência a esta Vibração que vocês vão da ação-reação (ou lei de Carma) para a lei da ação da Graça.
É a capacidade Vibratória da Luz que os desencrusta literalmente dos mundos da dualidade. A mudança de Vibração que vivem atualmente corresponde, efetivamente, à dissolução do que chamam Carma. Esses espaços de dissolução que lhes são abertos, a título individual e coletivo, podem necessitar, para algumas estruturas desse mundo, uma dissolução brutal e rápida. E, para outras estruturas, uma dissolução suave. Qualquer que seja o princípio de resolução do Carma, o que se realiza também em vocês, permitindo-lhes, se o podem, ao nível Vibratório, passar da Vibração de ação-reação (e, portanto por essência dualitária) para mundos Unificados onde tudo é apenas Alegria, onde nada se opõe. Vocês serão chamados, efetivamente, para criarem sua própria realidade.
Não num futuro, não numa construção que tomaria certo tempo, mas bem mais, no instante presente. Muitos véus se levantam, se rasgam, em vocês como no exterior de vocês.
Alguns véus que se rasgam podem efetivamente deixar manifestar o sofrimento, a resistência, o medo, da dualidade. Mas, se vocês mesmos estão estabelecidos na Vibração do Coração, então, seu poder de transmutação será bem real e imediato. Vocês criarão, portanto, assim, em tempo real, sua própria realidade e sua própria Verdade. O que acontece, de fato, de maneira objetiva e real, é verdadeiramente um novo nascimento.
Como isso pôde ser dito, um mundo desaparece e um outro aparece. Para alguns, este desaparecimento e este aparecimento efetuar-se-á na maior das facilidades. Para outros, enfim, isso efetuar-se-á com resistência, com um sofrimento. E, no entanto, a mudança é a mesma. Apenas o ponto de vista e a Vibração da Consciência difere. Ser-lhes-á feito, assim como o disse Ki Ris Ti, segundo sua fé e segundo sua Vibração. Vocês manifestarão, cada vez mais rapidamente e de maneira evidente, os princípios da sincronicidade, de atração, de ressonância, em suas vidas.
Que se pode utilizar como ferramenta para descristalizar o melhor possível, velhas feridas?
O que aparece hoje como ferida não é um aparecimento, é um cenário. Assim como já disse, há iluminação sob um novo dia. Coisas que muitos de vocês tivessem talvez ignorado ou fechado dentro de estágios chamados “inconsciente” e que, hoje, são chamadas a subir à Consciência, para serem tomadas na Consciência e transcendidas pela Consciência.
Não é mais questão, e não é mais tempo agora, de se examinar a causa dessas feridas, de se examinar a lógica dessas feridas. Mais do que nunca, vocês serão confrontados, aí também, todos, sem exceção, para fazerem uma escolha em sua própria consciência: dar peso e corpo a suas feridas ou deixá-las pelo que são, ou seja, coisas pertencentes a seu passado. Vocês não podem passar para o novo com seu passado. Vocês não podem aceder ao que serão conservando o que eram. Isso representa, e nós estamos conscientes, para muitos seres humanos, um desafio. O conjunto da Humanidade foi habituado a caminhar dentro de certo número de regras e de modos de funcionamento que, em breve, não existirá mais. Existem, na Verdade, nesse nível, lutos a realizar, sofrimentos a admitir, pesos a superar, mas isso, ainda uma vez, apenas poderá se fazer através do aumento da Vibração. O paradoxo sendo que, mais a Vibração aumenta, mais ela iluminará as zonas de Sombra e mais vocês terão a impressão de terem algumas partes de seus seres físicos, ou sutis, repletos de pesos ou de sofrimentos. Isso corresponde ao parto. Isso é, portanto, para atravessar com lucidez, com coragem, com abandono, mas sem querer reagir, porque, se vocês reagem a uma ferida, a um sofrimento, vocês manterão o princípio de ação e reação que deve se extinguir definitivamente. O objetivo, se posso empregar esta imagem, é que em breve não lhes restará nada para se segurarem além da Consciência pura, ela mesma, e nada mais do que fazia seus hábitos, suas crenças, seus comportamentos e, mesmo, seus ideais. A lagarta não conhece nada da borboleta, absolutamente nada. Mesmo aqueles de vocês que tiveram a possibilidade vibratória de penetrar no corpo de Existência, devem também passar por aí. Certamente, para esses, isso será talvez mais fácil, devido mesmo à lembrança da experiência da Existência. Para os outros, é preciso descobrir a confiança e, a seguir, o abandono. Lembrem-se, vocês não poderão aceder ao novo, com o antigo. Assim, nesse momento mesmo, é todo o antigo que morre. É por isso que as Vibrações aumentando nesta Humanidade, nesta Terra, provocam, como vêem, resistências, mas as resistências não são apenas exteriores, elas são exteriores e interiores. O que está fora é como o que está dentro. Este período em que as feridas, os sofrimentos, as faltas, são iluminados, por vezes violentamente, devem ser encarados de frente, não para solucioná-los com seu mental, com a energia da lagarta, mas simplesmente para fazer o luto, para vê-los, percebê-los e, em seguida, a partir da chegada de algumas influências novas, dentro de muito poucos dias, desaparecerem inteiramente. Passar de uma Dimensão dissociada para uma Dimensão unificada é um luto importante e essencial. O luto de tudo o que vocês crêem ser como estabelecido, como estável, como definitivo. A melhor imagem que posso lhes dar é esta incapacidade para se segurar ao que quer que seja de conhecido e comprovado, exceto, assim como disse Omraam, segurar-se, ligar-se à Alegria.  Não há outra saída. Isso os conduzirá a não mais se identificar, a não mais possuir suas feridas e sua própria história, livrar-se, mesmo, do que vocês são, nesta densidade. Essa passagem é uma passagem estreita, mas indispensável. Isso pôde ser chamado, por alguns místicos, “a noite escura da alma” e essa passagem, ainda uma vez, é indispensável. A única porta de saída é o Coração e sua Alegria na Vibração e no Fogo do Coração. Não há outra, não haverá jamais outra.
São sistematicamente as zonas de Sombra que desencadeiam os sofrimentos?
Quem mais ou que mais além da Sombra poderia desencadear o sofrimento? Certamente não a Luz. O sofrimento é a herança da divisão, da dualidade.


Questões extraídas de: www.autresdimensions.com
Produção: Silvana Pion
via: http://toquenaunidade.com.br
No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: