Skip to content

Saul: O Sono é um Estado Transitório

July 31, 2011
Mensagem de Saul Por John Smallman
31 de julho de 2011
Naturalmente, muitos de vocês estão experienciando frustração e impaciência já que o momento do seu despertar parece não se aproximar.
Mas este não é o caso!
Lembrem-se: onde vocês estão atualmente experimentando a vida é um ambiente ilusório que não tem nenhuma substância; é efêmero e se dissipará completamente quando vocês despertarem, mas enquanto vocês permanecem adormecidos nele, a aparente presença material dele é extremamente convincente.
E vocês despertarão, porque o sono é um estado transitório e inconsistente que não pode conter a enormidade que você são – pode somente escondê-la de vocês momentaneamente.
É tão inconsistente que quando despertarem, toda a sensação ou lembrança irá embora, e não haverá nada para perturbar a alegria absoluta em que vocês emergirão.

Enquanto esta experiência momentânea, que lhes parece interminável, se aproxima do fim, mantenham sua luz brilhando, sem blindagem, visível a todos, de forma que aqueles com quem vocês interagem se inspirem e se animem para fazer o mesmo.

Quando sua luz brilha muito, o sono torna-se impossível, e como seu desejo é despertar, focalizem sua atenção no brilho dela em preparação para este evento surpreendente.
Vocês construíram a ilusão e entraram no campo imaginário e sonífero dela, esquecendo-se de quase tudo da Realidade Divina de Deus.
Mas Ele colocou a Sua inextinguível Chama de Amor dentro de vocês naquele mesmo momento para garantir que seu esquecimento seria temporário e não pudesse persistir.
E agora a hora do seu despertar está se aproximando… para lhes trazer alegria incalculável.
O caminho da humanidade até este ponto de sua evolução está vinculado a muita dor e sofrimento porque vocês foram criados em Amor para viver em Amor; e viver separado de sua Fonte Divina é inevitavelmente muito doloroso.
Mas a separação e o sofrimento são irreais porque tudo o que existe, existe dentro de Deus, e não há nada mais e nenhum outro lugar.
Vocês sofrem porque acreditam que a ilusão, o sonho, é real, e vocês gastam seu tempo compondo conflitos, nos quais os outros ameaçam, traem ou atacam vocês, da mesma forma que todos os outros fazem: ‘Mas eu estou certo! E eles abusam e me maltratam. Isso é inconcebível, e eu tenho todo direito de exigir e receber restituição!’
Assim que vocês conseguirem abster-se de considerar os outros errados e culpados por sua dor, vocês poderão começar a desenroscar as linhas de conflito que parecem capturar e restringir vocês.
E as questões que os transtornam e lhes causam ansiedade ficarão menos importantes, e vocês começarão a aceitar o fluxo de vida conforme vocês a experimentam, sem julgamento, e vocês sentirão compaixão pelos outros já que percebem que eles também estão emaranhados em teias de conflito semelhantes.
Enquanto vocês acolhem o conflito como um meio de solucionar problemas para seu próprio benefício, a paz e a satisfação lhes escapam.
Enquanto que se vocês conseguem passar para a aceitação, isto lhes dá uma perspectiva nova e mais positiva, permitindo-lhes liberar os sentimentos de ser injustiçado ou de merecer indenização… sentimentos que lhes causam sofrimento desnecessário… sentimentos para os quais a única solução é a liberação… permitindo-lhes sair de seu estado combativo e, talvez, amargurado.
Após éons de conflito, finalmente vocês evoluíram para um nível de honestidade e integridade que lhes permite admitir que tanto vocês como os outros cometem erros.
Fazendo isto, vocês derrubam suas barreiras defensivas que tornam quase impossível o perdão a si ou aos outros, porque vocês precisam de algum “outro” para culpar.
Essa necessidade está diminuindo e desaparecerá já que vocês estão se aceitando amorosamente, apesar de seus erros, permitindo que a compaixão e perdão substituam-na.
Enquanto vocês se aceitam, olhem ao seu redor e façam questão de observar outros que estão se aceitando igualmente.
Isto fortalecerá sua própria intenção de oferecer compaixão, aceitação, perdão, e bondade a todos.
Com a prática, isto se tornará natural, e vocês experimentarão momentos de medo e irritação com muito menos frequência.
A paz substituirá a ansiedade, e vocês verão que todos têm ansiedades semelhantes à sua própria ansiedade, e vocês se verão oferecendo conforto ao invés de se defenderem desnecessariamente de ataques esperados.
Se um ataque for percebido, vocês ainda oferecerão compaixão e conforto para o atacante amedrontado, porque esse é o caminho do amor – o qual é o seu caminho para despertar.
Com muito amor, Saul.
fonte: http://johnsmallman.wordpress.com/
Tradução: SINTESE
http://blogsintese.blogspot.com/
No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: