Skip to content

Releitura: A Respiração do Coração

August 31, 2011
MESTRE RAM – 28 de março de 2010
Eu sou Ram. 
Recebam minha Alegria.
Recebam minha Paz.
Recebam minhas bênçãos.
Como de meu hábito, quando de minha vinda em sua densidade, expressar-me-ei através de palavras, através do silêncio e através da Vibração.
Minha intervenção desenrolar-se-á em dois tempos: o primeiro, que está ligado diretamente aos processos Vibratórios da Consciência em curso, atualmente, na humanidade, onde desenvolverei um certo número de mecanismos que lhes permitem traduzir e viver o Fogo do Coração no conjunto de suas estruturas etéricas, permitindo a esse Fogo do Coração tornar-se Fogo do Éter e encarnar-se, a fim de despertar e acender em vocês a terceira lareira: o Sacrum.
Como Mestre do Ar na Assembléia dos Melquisedeques, trabalho em tudo o que toca, de perto ou de longe, o Éter da Consciência humana como do planeta sobre o qual vocês estão.
Em seguida, tentarei responder, aí também por palavras, pelo silêncio e pela Vibração, às perguntas que poderei ter feito nascer em vocês, com relação ao que vou lhes dar e também com relação, de uma maneira mais geral, ao Ar e ao Fogo.
A respiração, aquela que todos conhecem, que todos conhecemos, aquela que permite simplesmente viver, efetua-se, em suas estruturas, por órgãos especializados mas também, e certamente, ao nível celular como ao nível químico.
Hoje, que vocês chegam ao Fogo do Éter, a respiração do homem modifica-se.
Esta respiração modifica-se a fim de ali incluir um novo potencial que é fazer respirar o Coração.
Certamente, responderão vocês, o Coração bate e transporta o sangue.
O Coração vibra, quando falamos do Coração espiritual.
E eu acrescentaria que o Coração respira.
Como é que o Coração respira?
É mesmo a etapa preliminar e indispensável que permite ao Fogo do Coração limitar-se, para permitir ao Fogo do Sacrum despertar-se.
A respiração é bem conhecida em várias técnicas existentes na superfície deste planeta, desde algumas formas de Yoga, passando pelas ginásticas orientais ou ainda, como técnicas mais modernas chamadas sofrologia ou outras, existentes de maneira ainda mais recente.
Os Anciões conpreenderam, de todos os tempos, que a respiração estava ligada à Consciência.
Algumas técnicas modernas permitem, criando uma hiperventilação, viver aliás modificações do estado de Consciência.
Hoje, as modificações de estado de Consciência não são destinadas a fazê-los reviver um nascimento ou um traumatismo mas, bem mais, para permitir, como disse, o Despertar do Fogo do Sacrum, num primeiro tempo.
E, num segundo tempo, a reunificação do que foi chamado a Tripla Lareira: Coroa Radiante da cabeça, Coroa Radiante do Coração e Triângulo Sagrado.
O bem amado Sri Aurobindo lhes deu um processo de respiração de boca aberta.
Esse processo da boca aberta era bem conhecido junto a vários povos primitivos e também no Egito, onde o ritual de abertura da boca permitia a passagem da Alma.
Todo o mundo conhece também, certamente, a primeira respiração e a última respiração.
Hoje, venho facilitar-lhes a nova Respiração.
Aquela que permite fazer respirar, literalmente, o chacra do Coração.
Frequentemente, as técnicas existentes vão fazê-los ancorar a respiração no abdomen ou, ao contrário, hiperventilar na parte alta ou ainda praticar respirações alternadas pelas narinas, técnicas perfeitamente conhecidas no Pranayama.
Hoje, venho realmente falar-lhes de um novo Sopro, de uma nova respiração.
Pelo silêncio e a Vibração, agora, eu os deixo impregnarem-se dessas algumas palavras antes de entrar no que é a nova Respiração. 
… Efusão de energia …
Caros irmãos e caras irmãs na humanidade, continuemos.
Vocês não ficaram sem observar que em seus períodos de alinhamento, sua respiração se faz mais leve, mais superficial e que, para alguns de vocês, ela dá mesmo a sensação de parar.
Além desta etapa, existe uma etapa em que vocês vão dirigir a respiração por sua própria Consciênciam, abrindo a boca, assim como o disse Sri Aurobindo, e colocando sua Consciência sobre o Coração, ao mesmo tempo em que sobre o ritmo respiratório que se escoa por sua boca.
Vocês vão, por sua própria Consciência, alquimizar esta respiração de boca aberta, com a Consciência colocando-se sobre o chacra do Coração e muito rápido, e vocês podem realizá-lo agora, vocês constatarão que o batimento do Coração cede o lugar para a respiração do Coração.
Realizemos isso no silêncio e pela Vibração, antes de ir mais longe.
Simplesmente estar consciente da respiração e da pulsação do Coração e do chacra do Coração.
… Efusão de energia …
Este exercício, que vocês podem realizar ao lazer, sem para tanto, mesmo, estar na meditação, permitir-lhes-á muito rápido aceder à respiração do Coração, que permitirá, por um lapso de tempo variável e depois de um lapso de tempo variável para cada um de vocês, passar o Fogo do Éter ao conjunto do corpo e no Sacrum, realizando o processo chamado pelo bem amado Sri Aurobindo « switch da Consciência ».
Este processo é direto e rápido, ou mesmo instantâneo, que permite, da Consciência dual, ir para a Consciência Unitária.
Realizemos isso no silêncio e na Vibração.
… Efusão de energia …
Realizando isso, além mesmo do switch da Consciência e talvez a ativação do Fogo do Éter em seu corpo inteiramente, alguns de vocês percebem as ressonâncias ao nível do Sacrum.
Quaisquer que sejam as percepções durante esta prática, permaneçam centrados na respiração do Coração, boca aberta ainda, no silêncio e na Vibração.
Ainda uma vez, recomecemos juntos.

… Efusão de energia …
Continuemos.
Aqueles de vocês os mais sensíveis perceberão, além do Fogo do Éter e do Fogo do Sacrum, um ponto de Vibração importante, atrás da cabeça, na sua parte baixa.
Esse ponto, alguns de vocês talvez leram ou sentiram, foi chamado o ponto ômega, chamado também nas tradições populares, quaisquer que sejam «o olho do guerreiro», aquele que permite ver atrás de si e portanto retornar a Consciência do exterior para o interior, da frente para trás.
Esse processo respiratório participa da reversão.
Aquele que lhes permitirá passar da respiração desse mundo, para a respiração no Ilimitado.
Pela Vibração, no silêncio, respiremos.
… Efusão de energia …
Caros irmãos e irmãs nesta humanidade, passemos agora à segunda parte de minha Presença entre vocês.
Se há questões relacionadas a esse processo, eu os escuto.
Questão: é normal que, agora, a respiração se acelere e que se tenha muito calor?
Boas vindas no Fogo do Éter.
Questão: durante esse processo de respiração, pode haver um movimento da cabeça e algumas zonas do cérebro que são ativadas?
Caros irmãos e caras irmãs, isso é completamente lógico.
O processo, permanecendo muito simples de se trabalhar, desencadeará inevitavelmente percepções novas no corpo, que é seu Templo Interior.
As Vibrações novas ativar-se-ão e acender-se-ão.
O ritmo poderá acelerar-se também, assim como o ritmo cardíaco.
As Vibrações ativar-se-ão também ao nível do Sacrum e percorrendo o corpo.
A Consciência, pela mobilização da Respiração deste modo, pode literalmente guiar o Fogo do Éter em vocês, como se, e isso é real, vocêr tocassem uma harpa, e esta harpa é seu próprio corpo.
E os dedos que fazem vibrar as cordas são o olhar de sua Consciência.
O processo participa de seu papel Criador, de sua realidade.
Isso é muito lógico.
Questão: é preciso centrar a atenção sobre o Coração órgão, o Coração chacra ou os dois?
Trata-se sobretudo da mesma região de espaço de seu corpo.
O importante sendo a atenção da Consciência sobre esta região do corpo, que esta região seja assimilada por sua Consciência a seu aspecto físico, à sua contrapartida etérica, ao chacra ou ao Coração espiritual.
O que é importante, é a colocação da Consciência neste espaço sagrado do Coração, englobando todos os Corações e o chacra presentes naquele nível.
Questão: é preciso inspirar e expirar pela boca?
Nada há a decidir, simplesmente abrir a boca.
O ar poderá passar indiferentemente pela boca ou pelo nariz, para inspirar como para expirar.
Questão: quando, durante esta respiração, tem-se a impressão de adormecer, isso pode corresponder ao switch da Consciência?
Inteiramente.
Não temos mais perguntas. Agradecemos.
Caros irmãos e irmãs nesta humanidade encarnada, eu lhes transmito minha Paz e minhas bênçãos.
Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: http://www.autresdimensions.com.
Mensagem de 28 de março de 2010 (publicada em 7 de maio)
Versão do francês: Célia G. – 
No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: